Justiça condena à prisão cinco traficantes supostamente ligados ao PCC

SÃO PAULO - Cinco traficantes supostamente ligados ao grupo criminoso Primeiro Comando da Capital (PCC) foram condenados à prisão pela Justiça de Itapira, no interior de São Paulo, segundo o Ministério Público (MP).

Redação |

Em março de 2007, Amílton César Antunes Garcia, Leandro Ferreira da Silva, Bruno Willian Gomes da Silva, João Batista dos Reis e Maycon Augusto Terrazan foram denunciados à Justiça pelos promotores de Itapira e pelo Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco).

Os cinco foram presos preventivamente pela prática de tráfico de drogas e associação para o tráfico, de acordo com informações do MP.

O grupo foi identificado por meio de investigações que começaram após a série de atentados do PCC, em 2006, quando as casas de policiais de Itapira foram atingidas por tiros.

Na investigação foram utilizadas escutas telefônicas, com o apoio da Polícia Militar, da Guarda Municipal e da Polícia Civil.

No dia 12 de maio, Amílton César Antunes Garcia foi condenado a dois anos e seis meses de prisão por tráfico. Os outros homens foram condenados por tráfico e associação para o tráfico.  Leandro Ferreira da Silva, Maycon Augusto Terrazan e Bruno Willian Gomes da Silva, foram condenados a sete anos e dois meses de prisão e João Batista dos Reis, a 14 anos e dois meses e vinte dias. Todos eles terão de cumprir a pena, inicialmente, em regime fechado.


    Leia tudo sobre: prisão

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG