O juiz Ali Mazloum, da 7ª Vara Federal Criminal de São Paulo, condenou na semana passada quatro supostos membros da quadrilha internacional de tráfico de drogas desarticulada na Operação Kolibra, da Polícia Federal (PF), em janeiro de 2007. São eles o libanês Joseph Nour Eddine Nasrallah, apontado como líder do bando, Paulo Salinet Dias, Joacir Bambil e Tenilas Rocha Dias.

A Justiça Federal divulgou a decisão apenas hoje.

Com exceção de Tenilas, todos foram condenados a oito anos de prisão em regime fechado e ao pagamento de 210 salários mínimos de multa. A pena de Tenilas prevê 5 anos e 4 meses de detenção em regime fechado e multa de 140 salários mínimos. Todos estão presos e não poderão apelar em liberdade. O Ministério Público Federal (MPF) informou que o procurador da República Rodrigo Fraga, autor da ação, recorrerá da decisão para tentar aumentar a pena dos quatro réus condenados.

O juiz ordenou ainda a incineração de 30 quilos de cocaína apreendidos em 4 de maio de 2006 no Terminal Rodoviário da Barra Funda, na zona oeste da capital. A droga seria levada para Joseph no interior de São Paulo. Conforme investigações da PF, o bando adquiria a droga em países vizinhos e a exportava para Alemanha, Estados Unidos, Portugal, Espanha, Inglaterra, Suíça e África. Ao todo, houve a prisão de 54 pessoas supostamente ligadas à quadrilha e a apreensão de 3,4 toneladas de cocaína e quase US$ 600 mil e 400 mil euros.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.