Justiça autoriza jovem chamado Elvis a tirar Presley do nome

Um brasileiro chamado Elvis obteve na Justiça o direito de excluir o Presley do seu nome. A autorização foi dada no mês passado pela 2ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça do Rio.

Agência Estado |

O rapaz alegou que sofria constrangimento desde a infância. As brincadeiras aumentaram com o passar do tempo, fazendo-o ter vergonha de falar Presley. "Foi renovar a carteira de habilitação e as pessoas ficaram rindo do nome do declarante", segundo a decisão. O objetivo do pai do rapaz era homenagear o ídolo do rock, de quem era fã.

De acordo com trechos de estudos e exames psicológicos citados na decisão, Elvis, de 25 anos, "sempre foi incomodado por implicância dos colegas na escola" e disse que "se sentia envergonhado e humilhado".

Em razão disso, a assistente social Adelaine Emerick da Cunha sugeriu a troca do nome para Elvis Silveira Ferreira, ideia aceita por unanimidade pelos desembargadores da 2ª Câmara.


    Leia tudo sobre: nomes

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG