Julio Iglesias diz que cantará até morrer

Buenos Aires, 18 out (EFE).- O cantor espanhol Julio Iglesias, que hoje faz seu segundo show em Buenos Aires dentro da turnê comemorativa dos seus 40 anos de carreira, admitiu à Agência Efe que lhe resta muito pouco tempo para cantar, mas que cantará até morrer, pois continua apaixonado pelo que faz.

EFE |

O próprio Iglesias, que aos 20 anos jogava futebol no Real Madrid, nunca imaginou que acabaria sendo o artista latino que mais vendeu discos quando um acidente de trânsito interrompeu sua carreira esportiva, dando-lhe a oportunidade de se lançar como cantor.

"Acredito muito mais nas circunstâncias e no exercício da vontade do que no destino", disse à Efe no camarim do estádio Luna Park, pouco antes de sua primeira apresentação na capital argentina.

"Quarenta anos são quase três gerações, e o público é muito generoso, é um agradecimento que tenho à vida. Cantar no banho é muito fácil, mas as pessoas o acompanharem ao longo dos anos e você cantar em todas as partes do mundo é incrível", destacou.

Com 65 anos de idade e 250 milhões de discos vendidos no mundo todo, Iglesias não se cansa de subir ao palco e não pensa em parar, pois se fizer isso, "teria uma vida muito angustiante". EFE aal/wr/sc

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG