Julgamento de Azeredo no STF será retomado amanhã

Ao encerrar nesta tarde a primeira parte de seu voto sobre o pedido de abertura de processo contra o senador Eduardo Azeredo (PSDB-MG), o ministro Joaquim Barbosa, do Supremo Tribunal Federal (STF), reafirmou que é a favor da abertura de processo criminal contra o ex-governador por crime de peculato. Há indícios robustos da participação do acusado nos crimes de peculato, afirmou Barbosa.

Agência Estado |

Segundo o seu relatório, o crime teria sido contatado no desvio de R$ 3,5 milhões de três empresas públicas para a campanha eleitoral de Azeredo, em 1998.

Somente amanhã Joaquim Barbosa irá concluir a segunda parte de seu voto, que tratará da segunda acusação feita pelo Ministério Público contra Azeredo - a de lavagem de dinheiro.

A sessão de julgamento do pedido do Ministério Público para abertura de processo criminal contra Azeredo foi iniciada pouco depois das 9h30 e teve duas interrupções: para o almoço e para o lanche dos ministros.

O julgamento será retomado amanhã com a segunda parte do voto de Joaquim Barbosa e com o voto dos outros 10 ministros.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG