Juíza mantém Yeda no cargo

A juíza Simone Barbisan Fortes, da 3ª Vara da Justiça Federal de Santa Maria, negou o pedido de afastamento da governadora do Rio Grande do Sul, Yeda Crusius (PSDB), feito pelo Ministério Público Federal. A decisão foi anunciada na noite desta segunda-feira.

Agência Estado |

A magistrada considerou que "fica difícil aferir de plano a suficiência de elementos que levem a concluir pela necessidade de afastamento da governadora de seu cargo". Também afirma que, "cotejando os elementos acostados pelo MPF, com os reflexos práticos que tal decisão traria à sociedade, não entendo como razoável o afastamento solicitado".

O advogado Fábio Medina Osório, representante de Yeda, comemorou a decisão lembrando que, na argumentação que apresentou à juíza, sustentou que as provas citadas pelo MPF não são consistentes, por estarem baseadas em conversa de dois amigos, gravadas por um deles, com objetivos desconhecidos.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG