Juíza do DF reconhece casal homossexual

Um militar do Exército e um pintor de paredes mantiveram por 11 anos união homoafetiva, morando na mesma casa e vivendo como casal. Agora, quase 15 anos depois, a juíza Luciana Pimentel Garcia, da 1ª Vara de Família, Órfãos e Sucessões do Gama (cidade-satélite do Distrito Federal), reconheceu que eles formaram uma família.

Agência Estado |

Para a juíza, está ocorrendo um processo de evolução no pensamento da sociedade e do Judiciário. Para ela, o passo seguinte pode ser a mudança na legislação. Nos próximos meses tanto o Supremo Tribunal Federal (STF) quanto o Superior Tribunal de Justiça (STJ) devem se manifestar sobre o assunto. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG