Juíza aprova liberdade condicional para o cantor Belo

RIO DE JANEIRO - A juíza Cristina de Araújo Góes Lajchter, da Vara de Execuções Penais (VEP) do Rio, deferiu nesta sexta-feira a liberdade condicional do cantor Marcelo Pires Vieira, o Belo.

Redação |

O benefício foi suspenso no último dia 31 de julho, pois Belo não havia sido encontrado no seu local de trabalho após uma fiscalização realizada pelo Juízo. A defesa do cantor esclareceu que, no dia fiscalizado, o artista se encontrava em seu horário de almoço.

Segundo a magistrada, o cantor vem apresentando comportamento exemplar durante o cumprimento da pena.

"Analisando os novos elementos trazidos aos autos, verifico que o apenado vem, de fato, cumprindo de forma escorreita a pena que lhe foi imposta. Em que pese não ter sido encontrado em seu local de trabalho na fiscalização realizada por este Juízo, o mesmo justificou de forma coerente tal ausência", afirmou.

Além da liberdade condicional, a juíza Cristina Lajchter deferiu também a realização de shows do cantor neste fim-de-semana. Antes da decisão, Belo podia sair para trabalhar, mas tinha que voltar para a cela no final do dia.

Leia mais sobre: Belo

    Leia tudo sobre: belocantorjustiçaliberdade condicionalrio

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG