Juiz veta contrato de organizadora de prova dos Correios

Processo de contratação da Cesgranrio iria aplicar provas para as mais de 6.500 vagas para diversos setores

iG São Paulo |

Uma liminar proferida pelo juiz federal substituto Paulo Ricardo de Souza Cruz, da 5ª Vara da Justiça Federal de Brasília, suspendeu a contratação da empresa responsável pelo concurso nacional dos Correios, informou a empresa estatal em nota. De acordo com os Correios, foi sustado o processo de contratação da Cesgranrio, que iria aplicar as provas para as mais de 6.500 vagas para diversos setores.  

Uma das justificativas para suspender a realização das provas do concurso é a necessidade de aperfeiçoamento no sistema de segurança. O objetivo é evitar duplicidade de inscrições e vazamento de dados.

A notificação chegou à estatal no fim da tarde desta segunda-feira, segundo a assessoria do órgão, que divulgou uma nota sobre a suspensão. Os Correios, segundo a nota, "já estão tomando todas as providências cabíveis com o objetivo de garantir a continuidade do processo".

O concurso teve o edital publicado em dezembro de 2009. As vagas envolvem candidatos de níveis médio e superior em diversas áreas.

Segundo a assessoria, a empresa vai recorrer da decisão e tentar derrubar a liminar. Além disso, informa que a previsão de cronograma inicial está mantida e a prova ainda está marcada para ocorrer no dia 28 de novembro.

*com informações da Agência Estado e Agência Brasil

    Leia tudo sobre: correiosconcurso

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG