Juiz nega recurso e afasta prefeito de Jundiaí (SP)

O juiz Marco Aurélio Sampaio Stradiotto, da 281ª Zona Eleitoral de Jundiaí, no interior de São Paulo, afastou hoje o prefeito Miguel Haddad e o vice-prefeito Luiz Fernando Machado, ambos do PSDB, e determinou, em notificação, que o presidente da Câmara Municipal, José Galvão Braga Campos (PSDB), o Tico, assuma o Poder Executivo. Além de impugnar o mandato do prefeito e vice, o juiz eleitoral determinou a realização de novas eleições no prazo de 40 dias.

Agência Estado |

Stradiotto negou recurso contra a impugnação do mandato de ambos, determinada em sentença publicada no Diário Oficial do dia 23 de janeiro.

A impugnação foi pedida pelo PCdoB levando em conta sentenças do próprio Stradiotto cassando Haddad e Machado, em seis processos julgados pelo juiz em primeira instância. Neles, Haddad e Machado foram condenados pela prática de crimes eleitorais como o uso abusivo de jornais locais, pagamento de R$ 50 para participantes em pesquisa qualitativa, distribuição de pizza a cabos eleitorais e simpatizantes e uso irregular de dependências públicas municipais e estaduais durante a campanha.

O prefeito havia recorrido e obtido liminar junto ao Tribunal Regional Eleitoral de São Paulo(TRE-SP) para assumir em 1º de janeiro. A assessoria de Haddad não retornou os telefonemas da reportagem. Mas fontes do governo municipal ligadas a ele informaram que seus advogados tentam obter nova liminar junto ao TRE-SP.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG