O juiz da 1ª Vara Criminal de Tatuí, Caio Moscariello Rodrigues, mandou soltar hoje o ex-prefeito da cidade Joaquim Amado Quevedo, que estava preso desde a terça-feira acusado de fraude à lei de licitações. De acordo com o advogado Orlando Neto, que defende o ex-prefeito, o juiz reconheceu que o réu tem direito de aguardar em liberdade o julgamento de um recurso extraordinário que tramita no Superior Tribunal de Justiça (STJ).

Quevedo havia sido condenado por ter contratado, em 1999, a pavimentação de ruas sem abrir licitação. A sentença atingiu também dois proprietários da empreiteira, mas eles já faleceram. O alvará de soltura foi encaminhado à cadeia pública de Cesário Lange, onde o ex-prefeito dividia uma cela com outros detentos. Ele foi libertado no início da tarde.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.