Juiz manda prender delegado que recusou escoltar preso

O juiz do Tribunal do Júri do município paulista de Fernandópolis, Vinícius Castrequini Bufulin, expediu ordem de prisão hoje contra o delegado de polícia Luis Marcos Antunes de Macedo, titular do distrito de Indiaporã, que alegou a greve da Polícia Civil para não promover a escolta de um preso até o Fórum de Fernandópolis, onde seria submetido a julgamento. A ausência do réu anulou a sessão do júri.

Agência Estado |

Diante da negativa do delegado, o pedido de remoção foi feito à Polícia Militar (PM), que também não executou a transferência, alegando tratar-se de uma atribuição da Polícia Civil. O juiz dirigiu-se a delegacia de Indiaporã, distante 46 quilômetros de Fernandópolis, onde executaria a prisão. Mas o delegado não se encontrava e, por isso, o juiz fez um termo circunstanciado em que acusa o delegado de desobediência e prevaricação.

Macedo passou o dia em Fernandópolis, mas não falou com a imprensa. O delegado Oreste Carósio Neto, assistente da seccional, afirmou que a ordem judicial contra o delegado será encaminhada à apreciação do juiz da vara distrital de Ouro Oeste. O procedimento do policial também poderá ser apurado pela corregedoria regional da Polícia Civil, em São José do Rio Preto.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG