Juiz deve ouvir hoje testemunhas do caso do mensalão

O juiz da 6ª Vara Criminal Federal de São Paulo, Fausto Martin De Sanctis, deve ouvir hoje e amanhã dez testemunhas de defesa no processo que investiga suposta gestão fraudulenta para liberação de recursos ao Partido dos Trabalhadores (PT) e às empresas de Marcos Valério Fernandes de Souza. Serão ouvidas cinco testemunhas de defesa por dia, em cumprimento à Carta de Ordem expedida pelo Supremo Tribunal Federal (STF) no processo do mensalão.

Agência Estado |

Na ação, que deve ser julgada pelo STF em 2011, há 40 réus, entre eles o ex-ministro José Dirceu, os deputados petistas José Genoino e João Paulo e o ex-tesoureiro do partido Delúbio Soares. Também foram arroladas mais de 500 testemunhas, incluindo o presidente Luiz Inácio Lula da Silva. São apontados cinco crimes, entre eles, corrupção ativa e passiva.

O publicitário Marcos Valério, que também estaria por trás do mensalão tucano - supostamente criado na campanha de Eduardo Azeredo (hoje senador, réu por peculato e lavagem de dinheiro) para o governo de Minas Gerais, em 1998 - também foi citado no mensalão petista. As audiências desta semana serão realizadas a portas fechadas.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG