Com esses, serão 26 os transferidos desde a semana passada

selo

Sob alegação de que há necessidade de "postura mais enérgica" por parte das autoridades, em razão dos atentados e atos de vandalismo verificados no Rio de Janeiro nos últimos dias, o juiz corregedor da Penitenciária Federal de Catanduvas (PR), Nivaldo Brunoni, autorizou a transferência de mais seis presos, atendendo pedido das autoridades cariocas. Com esses, serão 26 os transferidos desde a semana passada. Nesse período, outros 13 foram levados de Catanduvas para a Penitenciária Federal de Porto Velho.

A data da transferência, que será feita pelo Departamento Penitenciário Nacional (Depen), com apoio das polícias Federal e Rodoviária Federal, não foi revelada, por questão de segurança. Mas, em razão da periculosidade de todos eles, Brunoni falou sobre a necessidade de urgência. Com a transferência dos novos presos, a penitenciária no Paraná deverá ficar com 165 presos, quando a capacidade é para 208. Os que chegam ficam em Regime Disciplinar Diferenciado.

Serão transferidos Emerson Ventapane da Silva, o Mão, Emerson Siqueira Rosa, o Neguinho, Marcos Vinícius da Silva, o Lambar, Ricardo Severo, o Faustão, Tássio Fernando Faustino, o Branquinho, e Elizeu Felício de Souza, o Zeu, condenado pela morte do jornalista Tim Lopes, em 2002. Ele foi preso no último domingo nas operações policiais no Conjunto de Favelas do Alemão.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.