BRASÍLIA - O juiz federal Ali Mazloum, da 7ª Vara Criminal Federal de São Paulo, aceitou nesta segunda-feira a denúncia feita pelo Ministério Público Federal contra o delegado da Polícia Federal Protógenes Queiroz, responsável pelas investigações iniciais da Operação Satiagraha

Com isso, o delegado se torna réu e responderá pelos crimes de violação de sigilo funcional e fraude processual, por ter vazado informações da Satiagraha para a imprensa e usado uma equipe de televisão para fazer as imagens da tentativa de suborno de um delegado da Polícia Federal por pessoas ligadas ao banqueiro Daniel Dantas, controlador do banco Opportunity.

Além de Protógenes, o juiz indiciou o escrivão Amadeu Ranieri, pelos mesmos crimes. Em sua decisão, Alim Mazloum afirma ter verificado prova da existência de crimes e suficientes indícios de autoria.

A Operação Satiagraha investigou uma série de crimes financeiros, como o de lavagem de dinheiro, e chegou a prender 17 pessoas, entre as quais o banqueiro Daniel Dantas.

Leia mais sobre: Operação Satiagraha

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.