NOVA YORK ¿ O ator britânico Jude Law recebeu críticas mistas nesta quarta-feira por sua atuação em Hamlet na Broadway, com uma resenha declarando que seu desempenho foi eletrizante e outra o descrevendo como altamente decepcionante.

O jornal Daily News deu quatro estrelas e meia de um máximo de cinco à produção, que chegou aos Estados Unidos após uma temporada bem sucedida em Londres no ano passado, e o diário USA Today deu ao espetáculo o máximo de quatro estrelas.

"Uma estrela de cinema no palco pode transcender seus desempenhos em filme e até se colocar acima das colunas e fofoca?", indagou Joe Dziemianowicz, do The Daily News. "A resposta é sim quando se trata de Jude Law."

A produção, que fez pré-estreias no dia 12 de setembro e permanece em cartaz até 6 de dezembro, marca o retorno do ator indicado ao Oscar à Broadway após sua estreia na peça "Indiscretions", indicada ao Tony, em 1995.

"Vamos ao ponto: Jude Law não passa vergonha como Hamlet, longe disso", escreveu Elisabeth Vincentelli, do The New Post.

Mas enquanto os críticos de New York Post, Daily News e USA Today gostaram do desempenho de Law, os críticos do New York Times e do Washington Post sentiram o oposto.

Ambos criticaram o ator por usar as mãos para mostrar ao público o que estava dizendo, como atirar os braços para cima ao se referir ao paraíso e apontar para a testa quando falava de sua mente.

Peter Marks, do Washington Post, escreveu que "para cada ação de qualquer outro ator ele realiza quatro, e nunca para de gesticular. Será que o Hamlet de Law pensa que o mundo é um palco universitário?"

Mas Brantley reconheceu que "o carisma inegável de Law e seu apelo sexual para os dois sexos podem cativar os frequentadores da Broadway que normalmente não iriam ver produções de Shakespeare."

(Reportagem de Michelle Nichols)

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.