Jucá: Lula diz que ficará fora de disputas entre aliados

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva comunicou ontem à cúpula do PMDB, em jantar no Palácio da Alvorada, que não visitará nenhuma cidade em que dois candidatos de partidos da base de governo estejam disputando o segundo turno das eleições municipais, como Salvador e Porto Alegre. E os ministros de governo, segundo Lula, só poderão visitar as cidades nas quais estejam diretamente envolvidos na disputa.

Agência Estado |

O relato do entendimento foi feito pelo líder do governo no Senado, Romero Jucá (PMDB-RR). Segundo o senador, o presidente ressaltou a importância de manter a governabilidade e disse que é necessário não criar problemas para a coesão da base de governo.

No encontro, foi feito um balanço do primeiro turno das eleições municipais, que mostraram avanço do PMDB e do PT. A conclusão tirada no encontro, segundo Jucá, foi a de que os resultados indicam que o governo tem apoio da população. No jantar, os peemedebistas comunicaram ao presidente Lula que o candidato do partido à presidência da Câmara, na eleição prevista para fevereiro do próximo ano, é o deputado Michel Temer (SP). Jucá lembrou que há um acordo com o PT para que o partido apóie a indicação do peemedebista. No Senado, não há acordo semelhante, e a questão ainda será examinada.

No encontro, Lula disse ainda, segundo o relato de Jucá, que o PMDB terá papel importante nas eleições presidenciais de 2010, mas observou que esse é um assunto a ser tratado mais adiante. No momento, ressaltou, o importante é manter a governabilidade.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG