Juca Ferreira toma posse como novo ministro da Cultura

BRASÍLIA - O presidente Luiz Inácio Lula da Silva deu posse nesta quinta-feira ao novo ministro da Cultura, Juca Ferreira, em cerimônia no Palácio do Planalto. Juca ocupava o cargo de secretário-executivo do Ministério desde 2003, durante toda a gestão do ministro Gilberto Gil, que se desligou do cargo no final de julho alegando estar com dificuldades para conciliar sua agenda política com a carreira artística.

Carollina Andrade - Último Segundo/Santafé Idéias |

Durante a posse do novo ministro, Lula afirmou que o momento de troca de ministros dentro do governo é sempre de muita ambigüidade no discurso de um presidente.

"Primeiro vem o momento de tristeza, pois alguém vai embora, ou seja, não vai mais partilhar a briga pelo Orçamento do próximo ano. O segundo momento é de emoção, pois quando nomeamos um novo ministro a gente espera que ele seja tão bom que o ministro que saiu caia no esquecimento. Mas certamente isso não vai acontecer, porque  o Gil irá aparecer muito mais na televisão do que o Juca",  brincou o presidente.

Em tom de brincadeira, o presidente ressaltou ainda que durante a montagem de seu governo, ele pensou em dar espaço ao Partido Verde (PV) e lembrou que Gil era filiado e poderia ocupar o ministério da Cultura.

Mas para minha surpresa o Gil não era militante do PV coisa nenhuma, era grande artista e ambientalista. E o PV passou a gostar dele como nós. Aí eu falei, o Gil não precisa representar nenhum partido político, completou o presidente.

Na ocasião, Lula lembrou ainda que tem consciência que parte do seu sucesso no governo com Gilberto Gil foi graças ao excelente trabalho do ex-secretário Juca Ferreira. O presidente disse que Juca ganhou sua confiança na apresentação do Programa Mais Cultura.

"Juca, você me ganhou para ser ministro na apresentação do programa Mais Cultura, no Teatro Nacional, em Brasília. Sempre achei que quando o Gil viajava o ministério continuava com a mesma energia, até nas greves. Aí Juca, naquela apresentação você me convenceu. Decidi que ia colocar você no lugar do Gil para dar continuidade, comentou Lula.

Na semana passada, Juca se reuniu com Lula para apresentar seus planos à frente da pasta. Foi o primeiro encontro dos dois após a demissão de Gil.

Perfil

Nascido na Bahia, o sociólogo Juca Ferreira dedicou sua trajetória profissional à vida política e às ações culturais e ambientais. Juca foi líder estudantil secundarista e chegou a ser eleito presidente da União Brasileira dos Estudantes Secundários (UBES) no dia em que foi decretado o AI-5.

Em 1981 começou a atuar na área ambiental como militante, e em 1988 filiou-se ao Partido Verde. Nos anos 90, foi secretário municipal de Meio Ambiente, em Salvador, e presidente da Associação Nacional de Municípios e Meio Ambiente (ANAMMA).

De 93 a 97, desenvolveu uma das mais reconhecidas ações sócio-ambientais da Bahia, o Jardim das Folhas Sagradas, projeto eco-antropológico com as comunidades dos terreiros de Candomblé. Foi vice-presidente da Fundação Movimento Onda Azul, cujo presidente era o músico Gilberto Gil. Foi eleito duas vezes vereador do município de Salvador, de 1993 a 1996 e de 2000 a 2004.

Durante a última legislatura, em 2003, foi chamado pelo ex-ministro da Cultura, Gilberto Gil a assumir o cargo de secretário-executivo da pasta.

Leia mais sobre: Juca Ferreira

    Leia tudo sobre: juca ferreira

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG