BRASÍLIA - O traficante colombiano Juan Carlos Ramírez Abadia, conhecido como Chupeta, foi extraditado hoje pelo Brasil para os Estados Unidos, em uma operação realizada quase em sigilo, por motivos de segurança.

Ele foi retirado do Presídio Federal de Segurança Máxima de Campo Grande onde estava preso e será levado para uma unidade prisional nos Estados Unidos. A operação foi organizada com grande aparato policial, com equipes da Polícia Federal e do Departamento Penitenciário Nacional (Depen).

José Luis da Conceição/AE
Abadía quando foi preso
Abadia foi levado de avião da prisão de Campo Grande durante a madrugada de hoje para Manaus, onde foi entregue a oficiais da Justiça americana.

Autorização

O ministro da Justiça, Tarso Genro, assinou, na terça-feira, 19, duas portarias que autorizam a extradição do traficante para os Estados Unidos. A decisão foi publicada um dia depois, 20, no Diário Oficial da União.  

A medida foi tomada duas semanas depois de a Polícia Federal (PF) ter deflagrado a Operação X, em que Abadia foi acusado de formar uma quadrilha dentro do Presídio Federal de Campo Grande para a prática de extorsão mediante seqüestro. 

Leia mais sobre: Juan Carlos Abadía

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.