Jovem morta em voo dos EUA para SP tinha pneumonia, diz polícia

SÃO PAULO (Reuters) - A adolescente brasileira de 15 anos que morreu no domingo durante um voo de Orlando, nos Estados Unidos, para São Paulo estava com pneumonia e levava em sua mala o remédio antiviral Tamiflu, utilizado no tratamento da nova gripe H1N1, informou a polícia. A causa da morte foi diagnosticada no Instituto Médico Legal (IML) de Guarulhos como pneumonia, disse uma assessora da Secretaria de Segurança Pública de São Paulo, citando a necropsia realizada no Aeroporto Internacional de São Paulo.

Reuters |

A adolescente viajou aos EUA em uma excursão à Disney e se sentiu mal antes de voltar ao Brasil, de acordo com a empresa Tia Augusta Turismo, que organizou a viagem. Segundo a empresa, os médicos do hospital Celebration, onda ela foi atendida em Orlando, negaram que ela estivesse com a chamada gripe suína e autorizaram a viagem de volta ao Brasil.

A menina teria se sentido mal novamente no avião, que fazia o voo 759 da Copa Airlines com uma escala no Panamá, a poucas horas do pouso no Brasil. Ela chegou a ser atendida ainda a bordo, mas não resistiu.

Buscas realizadas pela polícia na bagagem da jovem encontraram vários medicamentos, incluindo antitérmicos, analgésicos e o antiviral Tamiflu, o principal medicamento utilizado no combate à gripe H1N1. A secretaria de segurança informou que as investigações da morte ficarão a cargo da Polícia Federal.

(Por Pedro Fonseca)

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG