Um caso inusitado foi registrado na 10º delegacia de polícia de Belo Horizonte, em Minas Gerais, na terça-feira. Um jovem identificado como Flaviano de Jesus Perpétuo, de 20 anos, foi preso suspeito de ter furtado duas peças de picanha de um supermercado local. Aos policiais, ele disse que iria fazer um churrasco.

Conforme a polícia, policiais militares realizavam uma ronda pelo bairro do Sion, na região centro-sul da capital mineira, por volta das 9h40, quando suspeitaram do jovem, que saiu correndo ao ver a viatura. Com o estudante,  policiais encontraram duas peças de picanha no valor de cerca de R$ 40 cada.

Perpétuo, segundo a polícia, não soube explicar a origem das carnes e, por isso, policiais seguiram para o supermercado Carrefour, que estava indicado na embalagem dos alimentos. No local, verificaram que as peças não haviam passado pelo caixa.

Ainda de acordo com a polícia, o jovem disse que comprou uma lata de refrigerante para conseguir despitar e sair com as carnes. Ele alegou que não tinha comida em casa e queria fazer um churrasco. Ele já tem passagem pela polícia também por furto.

Leia mais sobre: furto

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.