Jovem é presa por participar da morte do pai no interior de São Paulo

A Polícia Civil de Franca (SP), na região de Ribeirão Preto, concluiu nesta segunda-feira a investigação do homicídio do comerciante de couros Severino Rodrigues, que tinha 37 anos, ocorrido em 21 de fevereiro. Quatro pessoas foram presas por latrocínio, incluindo a filha da vítima, Suelen Barbosa Rodrigues, de 20 anos, que teria armado um encontro entre o pai e dois bandidos para que eles o assaltassem. Porém, no encontro, um deles teria se assustado e atirado, matando Rodrigues.

Agência Estado |


Suelen foi levada à Cadeia Feminina de Batatais, enquanto os três homens estão na Cadeia da Guanabara, em Franca.

O delegado Márcio Garcia Murari, do setor de homicídios da Delegacia de Investigações Gerais (DIG), disse que Suelen afirmou, em seu depoimento, que ela e o pai estavam sendo ameaçados por um traficante, que estaria cobrando dívida de um parente deles.

Porém, a jovem não apresentou o nome do suposto traficante, que teria sugerido a ela armar uma falsa negociação de couro para assaltar o comerciante e quitar o débito de um tio.

Há cerca de duas semanas, foram presos Tiago Ribeiro, de 23 anos, e Ranieri Soares, de 22. Ribeiro confessou que atirou em Rodrigues. O primo de Soares, Alex Sandro Rodrigues Vieira, de 26 anos, é o quarto envolvido no crime, pois levou a dupla ao local onde ocorreu o latrocínio, que poderá render pena de 20 a 30 anos para cada envolvido.

Leia mais sobre: violência - assassinato

    Leia tudo sobre: violência

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG