Jovem é morto na frente da irmã na zona oeste de SP

O gráfico Anderson Fernando da Silva foi morto no portão de sua casa por dois criminosos que tentavam roubar sua irmã, ontem, no Jardim Esmeralda, bairro da zona oeste de São Paulo. Elaine Cristina da Silva chegava da academia quando foi abordada por dois jovens, aparentemente menores.

Agência Estado |

Ela, então, se assustou e gritou. Fernando da Silva correu para o lado de fora. Ele foi atingido com um tiro no peito e morreu antes de chegar ao pronto-socorro do Hospital Universitário.

A dupla de criminosos, que fugiu levando uma bolsa, também atirou contra a irmã da vítima, acertando um dos seios dela. Elaine, de 28 anos, segue internada. Nenhum dos suspeitos havia sido localizado até a madrugada de hoje. Testemunhas contaram que a dupla fugiu para o interior da Favela do Sapé, localizada a 300 metros do local do crime.

O caso foi registrado na delegacia do Butantã (51ºDP). "Ele (Anderson) ia começar a faculdade. Já havia conseguido trabalho e até comprou um carro. Não acredito que isso aconteceu com meu sobrinho", lamentou o técnico em informática Antonio Gomes da Silva, de 53 anos, tio de Fernando da Silva, de 23 anos.

Médica

O local do crime já foi palco do assassinato de uma médica. No final da noite de 12 de dezembro de 2008, Nadir Oyakawa, de 53 anos, foi baleada e morta por assaltantes. Ela era uma das principais autoridades no Brasil no tratamento do HPV e chefiava o setor de laser do Hospital Pérola Byington. Nadir morreu ao tentar escapar de três criminosos que a abordaram na porta da casa do irmão dela.

A médica tinha acabado de deixar em frente ao portão um casal de sobrinhos. Os criminosos, então, apareceram e anunciaram o assalto. Temendo pela integridade física dos sobrinhos, ela buzinou e pediu para que eles entrassem rapidamente. Assustados com a reação da vítima, um dos suspeitos disparou, atingindo Nadir na região dos rins.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG