Jovem é morta após atropelar grávida e criança no Rio, diz polícia

A dona de casa Pamela de Souza Costa, de 24 anos, foi executada a tiros nesta sexta-feira à noite supostamente por traficantes na Favela Nova Holanda, em Macaé, no Norte Fluminense, depois de atropelar e matar uma criança e ferir gravemente a mãe da vítima, que estava grávida, informou a polícia. A menina Raíssa, de 8 anos, não resistiu aos ferimentos e morreu na hora.

Agência Estado |

A mãe dela, Silmara Rodrigues, perdeu o bebê e permanece hospitalizada em estado grave. A mulher corre o risco de ter uma das pernas amputada.

Raíssa foi enterrada neste sábado e o policiamento foi reforçado nos arredores da Nova Holanda. A favela é considerada uma das mais perigosas da cidade e seria controlada pela quadrilha Amigos dos Amigos.

De acordo com informações do 32º Batalhão de Polícia Militar de Macaé, a jovem que atropelou mãe e filha estaria alcoolizada após celebrar o seu aniversário em uma festa. Ela teria perdido o controle do carro e jogado as vítimas contra um muro.

Segundo informações de testemunhas, Pamela tentou fugir depois do acidente, mas bateu com o veículo em um poste. Após a colisão, ela foi retirada do carro por populares e agredida. Minutos após a ambulância sair da favela com as vítimas, a acusada apareceu morta com vários tiros em um dos acessos à comunidade. O caso será investigado pela 123ª Delegacia de Polícia.

Leia mais sobre: Rio de Janeiro

    Leia tudo sobre: rio de janeiro

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG