O empresário Fábio Pereira Melgar, de 29 anos, foi indiciado após atropelar e matar um pedestre, na madrugada de hoje, na Avenida Itaquera, na zona leste de São Paulo. Segundo a Secretaria de Segurança Pública (SSP), Adriano da Fonseca Pereira, de 20 anos, morreu após ser atropelado, por volta das 4h20, na altura do número 2.

346 da Avenida Itaquera.

Testemunhas relataram que o empresário atravessou o farol vermelho, arrastou a vítima por dezenas de metros e fugiu em seguida, sem prestar socorro. Ele foi detido em sua casa pela Polícia Militar. Os PMs contaram que Fábio estava aparentemente embriagado, os ofendeu e, inclusive, agrediu um policial com um soco no rosto. O empresário foi algemado após se negar a entrar na viatura, e levado ao 66º DP.

De acordo com boletim de ocorrência, Fábio teria alegado que havia saído de uma formatura e bebido somente coquetéis sem álcool. Ele disse que os policiais invadiram sua residência, jogaram gás em seu rosto e o algemaram. O empresário disse que saiu do local do atropelamento porque sua namorada estava suja de sangue, e ele não sabia se era dela ou da vítima. Após pagamento de fiança no valor de R$ 1.200, o empresário foi liberado e responderá em liberdade.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.