Jovem é encontrado morto em piscina de hotel de São Paulo

SÃO PAULO - O gerente de lojas Lucas Cerqueira Leite Cardoso de França, de 24 anos, foi encontrado morto, na tarde de sexta-feira, na piscina do hotel Mercure, localizado nos Jardins, zona sul da capital. A polícia informou que foram achadas marcas parecidas com sangue em diversas partes do hotel.

Redação |

AE
Policiais apuram morte de jovem no Mercure
De acordo com informações do Boletim de Ocorrência, França não estava hospedado no Mercure, mas foi ao local em companhia de dois amigos hóspedes, o médico Rodrigo Ferreira Vaz, de 28 anos, e o jornalista Diogo de Sá Leite, de 25 anos.

Segundo a polícia, França e Vaz ficaram por volta de 15 minutos no quarto. Em seguida, se dirigiram à área da piscina. Conforme depoimento prestado pelo médico, a vítima se encostou na beirada da piscina e adormeceu. Depois de aproximadamente meia hora, Vaz disse que passou mal e saiu do local. Quando retornou, avistou o corpo do colega no interior da piscina. O outro amigo do jovem estaria no quarto no momento da morte.

O corpo foi localizado pela polícia por volta das 17h boiando na piscina de um metro de profundidade no mezzanino.

A Secretaria de Segurança Pública informou que os policiais encontraram manchas semelhantes a sangue no elevador, no saguão e no corredor de acesso ao quarto do hotel.

A polícia afirmou que os dois colegas do gerente haviam consumido bebida alcoólica, maconha e ecstasy no dia. Os rapazes já foram ouvidos e liberados.

A morte foi classificada como suspeita e será investigada pelo Departamento de Homicídio e Proteção à Pessoa (DHPP).

O hotel Mercure não quis se pronunciar sobre o ocorrido.

Leia mais sobre: morte em hotel

    Leia tudo sobre: hotelmorte

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG