Jovem é condenado a 21 anos por matar a mãe no Distrito Federal

Anderson Ferreira da Silva foi condenado por matar a própria mãe e enterrá-la no jardim de inverno da residência onde moravam

AE |

selo

A Justiça condenou nesta quarta-feira a 21 anos e seis meses de prisão em regime fechado Anderson Ferreira da Silva, acusado de matar a própria mãe e enterrá-la no jardim de inverno da residência em São Sebastião, região administrativa dentro do Distrito Federal, a 26 quilômetros de Brasília.

Ele deverá também pagar 30 dias-multa, que, no caso, equivalem a um salário mínimo vigente à época do crime. A acusação e defesa não irão recorrer. 

Anderson, de 26 anos, foi condenado por homicídio qualificado por motivo fútil e por ocultação de cadáver. Beneficiado pela atenuante da confissão espontânea, ele teria matado a mãe a golpes de martelo após uma discussão doméstica sobre o volume do som da televisão. 

O réu já se encontrava em prisão preventiva que será mantida pois, segundo a sentença, "as circunstâncias dos delitos, a motivação, o parentesco com a vítima e a personalidade do réu apontam a presença de indícios concretos de sua periculosidade".

    Leia tudo sobre: distrito federaljustiça

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG