Jovem com paralisia cerebral é autorizado a fazer Enem

O estudante Guilherme Finotti, de 17 anos, portador de paralisia cerebral, recebeu autorização do Ministério da Educação (MEC) para realizar a prova do Exame Nacional do Ensino Médio 2009 (Enem). Para conseguir fazer a prova, o Ministério Público Federal em Novo Hamburgo, no Rio Grande do Sul, ajuizou ação contra o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), responsável pela aplicação do exame.

Agência Estado |

O Enem está marcado para os dias 5 e 6 de dezembro.

Segundo o MPF/RS, Finotti comunica-se por meio de um computador adaptado, e o empecilho imposto pelo Inep estava em conseguir o equipamento. Os pais do estudante tentavam conseguir esse benefício desde maio deste ano.

Em nota, o Inep afirmou que "ele [Finotti] já está devidamente incluído entre os participantes que vão realizar a prova em condições especiais e o Inep está tomando todas as providências operacionais para organizar a aplicação do exame nas condições solicitadas."

O estudante gaúcho já cursou o ensino técnico em informática, e conclui o ensino médio no final deste ano. Além disso, Finotti recebeu o prêmio de destaque no 4º Salão UFRGS Jovem 2009 por desenvolver um jogo para alfabetização de crianças com paralisia cerebral.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG