Jovem baleada por acidente tem morte cerebral

SÃO PAULO - A adolescente Andressa Brito, de 14 anos que foi baleada na cabeça acidentalmente nesta quarta-feira por uma criança de 10 anos, teve clinicamente decretado o quadro de morte cerebral, segundo a assessoria do Hospital Santa Marcelina, na zona leste de São Paulo. A paciente vai se submeter a três exames ao longo do dia, feitos por um neurologista do hospital, para que seja feita a confirmação da morte cerebral, segundo a assessoria.

Redação com Agência Estado |

A família ainda não entrou em contato com o hospital, que aguarda a presença de algum parente para confirmar a doação dos órgãos da adolescente. A jovem entrou em coma profundo durante a noite desta quarta. Ela foi atingida por uma bala na cabeça em sua casa, em Guaianazes, na zona leste de São Paulo.

Em nota, o hospital afirma que a garota deu entrada na tarde de quarta-feira (11), ecaminhada do Hospital Municipal Tide Setubal em São Miguel, com relato de gravidez confirmado pelos familiares. Porém, após exames realizados nesta manhã, foi constatada a não gravidez da menina.

A partir disso, o hospital dá continuidade aos testes para a confirmação da morte cerebral. A previsão é de que os exames sejam concluídos por volta das 19h. De acordo com o último boletim divulgado, o estado de saúde da paciente continua gravíssimo, "clinicamente em morte cerebral, não respondendo a estímulo externo e respirando com o auxílio de aparelhos".

Segundo as polícias civil e militar, o disparo foi acidental e a vítima teria chegado a incentivar que a menina puxasse o gatilho, por acreditar que o revólver (calibre 38) estivesse descarregado. De acordo com o hospital, o namorado da jovem, Josimário Oliveira, de 18 anos, afirmou que guardava a arma a pedido de um amigo, que não foi localizado.

Ele foi preso, teve a fiança paga e liberado, mas foi indiciado por porte ilegal de arma de fogo e lesão corporal culposa. A menina que atirou, por ser menor de 12 anos, não foi encaminhada à Fundação Casa.

Leia mais sobre: disparo acidental

    Leia tudo sobre: tiro

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG