A fundação de José Saramago vai oferecer nesta quarta-feira, por ocasião do 60º aniversário da Declaração Universal dos Direitos Humanos, 200.000 exemplares do texto, anunciou nesta segunda-feira o escritor português.

José Saramago, 86 anos, prêmio Nobel de Literatura em 1998, decidiu distribuir o texto aos leitores de dois jornais portugueses.

"Esta declaração não está sendo respeitada. Ela existe, mas ninguém quer aplicá-la, nem os governos, nem as populações, que são difíceis de mobilizar pela defesa dos direitos humanos", lamentou o escritor durante um encontro com jornalistas.

Convidado pela Fundação José Saramago, o juiz espanhol Baltazar Garzón vai ministrar, na presença do escritor, uma conferência sobre o tema dos direitos humanos.

tsc/yw/sd

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.