José Pimentel toma posse como novo ministro da Previdência

BRASÍLIA - O deputado federal José Pimentel (PT-CE) tomou posse como ministro da Previdência no início da tarde desta quarta-feira no Palácio do Planalto. Pimentel assume o lugar de Luiz Marinho, que deixou a pasta, no último dia 4, para concorrer à prefeitura de São Bernardo do Campo, em São Paulo.

Carollina Andrade - Último Segundo/Santafé Idéias |

Agência Brasil
Pimentel tomou posse nesta quarta

Durante a solenidade de posse, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva, afirmou ter convicção de que o novo ministro dará continuidade ao excelente trabalho do ex-ministro Marinho. O companheiro Pimentel tem muita experiência, porque conhece bem o assunto e já foi relator da reforma da previdência. Ele [Pimentel] tem acompanhado o grupo de trabalho que nós criamos na previdência em que participavam os aposentados, os trabalhadores da ativa, o governo e os empresários, ressaltou.

Lula aproveitou a ocasião ainda para fazer uma brincadeira com ex-ministro Marinho que não pôde comparecer a cerimônia de posse. Normalmente quando toma posse um novo ministro eu falo menos do ministro que tomou posse e mais do ministro que saiu e, normalmente, eu falo muito bem dos ministros que saíram. Como o companheiro Marinho não está presente, eu não acho prudente a gente falar bem por trás. Por trás a gente só fala mal e eu resolvi economizar as minhas palavras, completou.

Perfil

Pimentel foi eleito, em 2006, para seu quarto mandato na Câmara dos Deputados pelo Partido dos Trabalhadores do Ceará (PT-CE). O novo ministro enfrenta o grande desafio de acabar como o déficit previdenciário.

Como parlamentar, Pimentel participou como relator do Orçamento Geral da União 2008 e da polêmica reforma previdenciária realizada em 2003, que, ao alterar o sistema de aposentadorias e benefícios, provocou a ira de servidores públicos e até quebra-quebras no Congresso Nacional.

Ele ainda foi membro titular da Comissão Especial da Reforma Tributária da Câmara dos Deputados e presidente da Frente Parlamentar Mista da Micro e Pequena Empresa, do Congresso Nacional.

Especialista no assunto

Escolhido para a função de ministro da Previdência, ele disse ao Último Segundo que se sente à vontade por ser um especialista no assunto. O grande objetivo da Previdência é a inclusão através da formalização dos empregos [porque boa parte dos trabalhadores sem carteira não contribuem para a aposentadoria pública]. E isso está acontecendo por meio de dois fatores: o crescimento da economia, que gera empregos formais, e os efeitos da Lei Geral das Micro e Pequenas Empresas, avaliou Pimentel.

O novo ministro descarta mudanças estruturais na política atual mas quer acabar com isenções de entidades filantrópicas. Em 2007, essas isenções totalizaram R$ 4 bilhões. É correto o subsídio do governo às entidades, mas é inaceitável que os recursos saiam dos cofres da Previdência, alega.

    Leia tudo sobre: ministério da previdência

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG