Roda Viva desta segunda-feira - Brasil - iG" /

José Mindlin é o entrevistado do programa Roda Viva desta segunda-feira

SÃO PAULO ¿ A TV Cultura reapresenta nesta segunda-feira (01), a partir das 22h, o programa Roda Viva com o bibliófilo José Mindlin, 95 anos, morto ontem em São Paulo. Gravada em 2006, a entrevista substitui a do escritor Jorge Caldeira, que irá em ar em data ainda não definida. Na atração, Mindlin afirma que não se considera um colecionador, já que sua motivação sempre foi a leitura.

iG São Paulo |

AE

José Mindlin no jardim de sua casa, em São Paulo, em 2008

Apresentado por Paulo Markun, o programa teve a participação dos jornalistas Daniel Piza e Norma Couri, do crítico literário Manuel da Costa Pinto e dos editores Alberto Quartim de Moraes e Luís Krausz, entre outras pessoas na bancada.

Mindlin havia sido internado há cerca de um mês no Hospital Albert Einstein por conta de uma pneumonia e teve falência de múltiplos órgãos. Ao longo de oito décadas, o empresário e jornalista reuniu uma biblioteca com cerca de 40 mil volumes, a maior coleção privada do Brasil, que doou no ano passado para a Universidade de São Paulo (USP).

O acervo deu origem à Biblioteca Brasiliana, que reúne obras de literatura brasileira e portuguesa, relatos de viajantes, manuscritos históricos e literários (originais e provas tipográficas), periódicos, livros científicos e didáticos, iconografia (estampas e álbuns ilustrados) e livros de artistas (gravuras) ¿ boa parte é de obras únicas ou raríssimas.

Em nota, o presidente Lula lamentou a morte de Mindlin, "um grande brasileiro e motivo de orgulho para todos nós". O governador de São Paulo, José Serra, decretou luto oficial de três dias e afirmou que "Mindlin era um homem querido por todos, em função do seu caráter, presença de espírito, disponibilidade para adotar as boas causas sociais e culturais e, também, de sua coragem serena".

O presidente da Academia Brasileira de Letras (ABL), Marcos Vilaça, disse que a instituição, da qual Mindlin era membro desde 2006, também está de luto nos próximos dias. "Mindlin era um emblema do livro, tinha com ele uma relação orgânica. Lembro com saudade o dia em que estivemos juntos, com Evanildo Bechara, na inauguração do Museu da Língua, em São Paulo, e eu lhe fiz o convite para ingressar na Academia. Vamos sentir muito a sua falta.

Formado pela Faculdade de Direito da USP, Mindlin fundou a indústria de autopeças Metal Leve, onde ficou até 1996. Promoveu edições de cerca de 40 livros e revistas de arte e literatura e publicou numerosos artigos. É o autor de "Uma Vida entre Livros ¿ Reencontros com o Tempo" e "Memórias Esparsas de uma Biblioteca". Foi casado por 68 anos com Guita Mindlin ¿ que também batiza a Biblioteca Brasiliana ¿ e teve quatro filhos.

Leia mais sobre: José Mindlin

    Leia tudo sobre: josé mindlin

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG