José Alencar passa por nova cirurgia nesta sexta-feira

SÃO PAULO - O vice-presidente da República, José Alencar, passa por uma nova cirurgia nesta sexta-feira, por causa de uma obstrução intestinal. Alencar, que havia deixado o Hospital Sírio-Libanês na noite de quinta-feira, voltou ao local nesta manhã. O procedimento começou por volta das 16h30 e não há previsão da hora do término.

Redação |

O vice-presidente foi internado porque sentiu fortes dores abdominais nesta manhã. Ele chegou de ambulância ao hospital, que fica na região central da capital paulista.

Após avaliação clínica e novos exames, os médicos optaram por uma nova intervenção cirúrgica.

O vice-presidente estava internado desde o último dia 9, quando passou por uma cirurgia que durou seis horas para a correção de obstrução intestinal causada por tumores abdominais.

AE
José Alencar deixa o Hospital Sírio-Libanês, em São Paulo, após cirurgia

Aos deixar o hospital nesta quinta-feira, o vice-presidente disse estar se sentindo bem, sem nenhum sintoma da doença. Alencar se disse "confiante, porém consciente" de sua condição. "Saio vitorioso de uma batalha, mas a guerra [contra o câncer] continua."

De acordo com a assessoria da Presidência da República, o presidente Lula não vai antecipar sua volta de Assunção, Paraguai, onde participa da Cúpula de Chefes de Estado do Mercosul e Estados Associados. Isso porque o presidente foi informado de que a cirurgia pela qual Alencar vai passar é relativamente simples.

Lula soube nesta manhã que o vice-presidente havia sentido as mesmas dores abdominais que o levaram à 14ª cirurgia, realizada no dia 9 de julho. Em seguida, eles se falaram por telefone, mas Alencar ainda não tinha o diagnóstico da necessidade de nova cirurgia.

Na manhã de sábado, Lula e o presidente do Paraguai, Fernando Lugo, vão discutir pontos do Tratado de Itaipu, que estipula as bases para o uso da energia da Usina Hidrelétrica de Itaipu, e vão firmar 16 acordos em diferentes áreas.

Cirurgia

José Alencar passou por uma cirurgia no dia 9 de julho para retirar uma obstrução no intestino, causada por tumores. Os médicos aproveitaram a intervenção e tiraram dez tumores de seu abdome.

Ele luta contra o câncer há 12 anos. Em 25 de janeiro, o vice-presidente submeteu-se à mais radical intervenção desde a descoberta da doença. Em uma cirurgia de alto risco, com duração de 18 horas, os médicos retiraram tumores do abdome do paciente. Ele ficou 27 dias internado, nove deles na Unidade de Terapia Intensiva (UTI).

Em 12 de maio, exames de acompanhamento mostraram a volta de tumores na região abdominal. Alencar resolveu então submeter-se a um tratamento experimental nos Estados Unidos.


(*Com informações das agências Brasil e Estado)


Leia mais sobre:
José Alencar

    Leia tudo sobre: alencarhospitalsão paulo

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG