Jornalista crítico do governo é acusado de corrupção no Afeganistão

Um jornalista afegão crítico do governo foi posto em liberdade na quarta-feira, dois dias depois de sua prisão, mas foi indiciado por corrupção, informou nesta quinta-feira a TV privada Ariana TV para a qual trabalha.

AFP |

Nasir Fayaz, apresentador do programa "Haqiqat" (A Verdade) na rede Ariana TV, foi detido segunda-feira pela Direção Nacional para a Segurança (NDS, serviço secreto afegão), após um programa no qual havia questionado dois ministros.

O programa foi interrompido durante sua transmissão, a pedido das autoridades, segundo a rede.

O jornalista "insultou" os ministros e o governo, que decidiu efetuar "ações legais" contra ele, segundo um comunicado do governo afegão.

"Foi acusado de corrupção e de ter pedido subornos ao ministro do Comércio, Mohammad Amin Farhang, e o fornecimento de energia elétrica as 24 horas do dia em sua casa ao ministro da Energia, Mohammad Ismail Khan", afirmou à AFP Abdul Qadir Mirzai, diretor de jornalismo da rede de televisão.

sak/dm

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG