O cantor francês Johnny Hallyday deixou nesta quarta-feira o hospital Cedars-Sinaï de Los Angeles, onde foi admitido no setor de emergência no dia 7 de dezembro, devido a uma infeção, decorrente de uma primeira cirurgia mal feita para a retirada de uma hérnia de disco.

Hallyday vai, agora, poder passar as festas do fim de ano com a família, informou sua assessoria de imprensa.

Johnny Hallyday, que possui popularidade em seu país comparável à de Elvis Presley ou Michael Jackson, ainda está convalescente, segundo os médicos e precisará de um período para se recuperar.

A estrela do pop rock francês, de 66 anos, "chegou a ser colocado em coma artificial em Los Angeles por questão de conforto, para que não sofresse e para que os médicos pudessem administrar-lhe o tratamento", indicou o serviço de imprensa.

mpf/cls/sd

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.