Jogar videogame melhora desempenho de cirurgiões, revela estudo Por Equipe AE São Paulo, 16 (AE) - Os videogames melhoram a agilidade dos cirurgiões até o ponto em que, segundo um estudo da Universidade de Iowa, nos Estados Unidos, os pacientes que se submetem a uma operação deveriam perguntar se o médico tem como hobby se divertir com os videogames. Douglas Gentile, professor de psicologia da universidade e responsável pela pesquisa, afirma que os cirurgiões que antes das operações tinham passado pelo menos três horas entretidos com os videogames, cometeram 37% menos erros, foram 27% mais rápidos e alcançaram resultados 42% melhores que os colegas que não jogavam.

"Descobrimos que os cirurgiões que fazem laparoscopias e que jogaram videogame foram mais rápidos e mais precisos", diz Gentile. Participaram do estudo 33 cirurgiões do Centro Médico Beth Israel, sendo 15 homens e 18 mulheres. Dos ‘cobaias’, 19 disseram que jogavam videogame. Entre eles, dez afirmaram que faziam isso quase diariamente. Além do programa de instrução, foi pedido aos cirurgiões que jogassem em três videogames de modelos distintos.

"O mais surpreendente é que os cirurgiões não estão praticando simplesmente os movimentos idênticos que se usam num simulador cirúrgico. Também foi muito interessante o fato de que aquele que jogou com vídeos comerciais tenha sido um indicador tão firme de destrezas cirúrgicas avançadas", afirma. "Quando você opera, precisa ter um bom manuseio nas duas mãos. O videogame pode ajudar a estimular essa habilidade", explica Flávio Issao Sakamoto, gastroenterologista e membro da Sociedade Brasileira de Gastroenterologia. Quando era residente, Sakamoto treinava suas habilidades nos jogos de console.

Um outro estudo, realizado pela equipe do hospital Banner Good Samaritan Medical Centre, em Phoenix, no Arizona, afirma que brincar com o videogame Wii - que é operado com um controle sem fio que traz sensor de movimento - antes de cirurgias também pode melhorar o desempenho dos cirurgiões. "A questão é executar pequenos movimentos com as mãos, controlados com precisão, e é isso que você tem com o Wii", disse o pesquisador Kanav Kohel. A pesquisa foi publicada na revista especializada New Scientist e garante que a equipe do hospital norte-americano vai desenvolver software para o Wii que simulará cirurgias.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.