Jobim nega saída imediata do Exército de morro no RJ

O ministro da Defesa, Nelson Jobim, que esteve ontem no Rio de Janeiro, disse que conversou hoje com o presidente Luiz Inácio Lula da Silva sobre a participação de militares na morte de três jovens no Morro da Providência, no Rio.

Agência Estado |

Os militares teriam entregue os jovens a traficantes do Morro da Mineira. O ministro, no entanto, disse que neste momento não há possibilidade de o Exército sair da favela.

Jobim disse que o governo ainda vai definir a forma como o Exército vai continuar no Morro da Providência, para garantir as obras do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC). Nelson Jobim disse que voltará ao Rio de Janeiro na segunda-feira, com o presidente Lula, e até lá os dois vão discutir a melhor forma de atuação do Exército no local. "A possibilidade de o Exército sair (do morro) não existe", disse o ministro.

    Leia tudo sobre: militares

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG