Jobim nega que Conselho de Defesa será operacional

O Ministro da Defesa, Nelson Jobim, reuniu-se hoje com a presidente Cristina Kirchner para analisar a criação do Conselho Sul-americano de Defesa. Jobim destacou que o organismo pretende ser consultivo e de fixação de políticas de defesa para a região.

Agência Estado |

Além disso, explicou que pretende integrar a indústria de defesa nos países da área.

Mas, Jobim sustentou que de forma alguma o Conselho será "operacional". Por este motivo, rejeitou as comparações realizadas recentemente na imprensa que enquadram o Conselho como uma espécie de "OTAN da América do Sul".

Segundo Jobim, a própria presidente Cristina, há dois anos, quando ainda era senadora, propôs um organismo com formato similar.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG