Jobim: Galeão terá investimentos de R$ 600 mi até 2011

O ministro da Defesa, Nelson Jobim, reiterou nesta sexta-feira que os investimentos no Aeroporto Internacional Antonio Carlos Jobim (Galeão) serão de R$ 600 milhões até 2011. No início de novembro do ano passado, o então presidente da Empresa Brasileira de Infra-Estrutura Aeroportuária (Infraero), Sérgio Gaudenzi, já havia anunciado o plano de desembolsar essa mesma quantia no Galeão, para reformas nos terminais 1 e 2.

Agência Estado |

Jobim esteve reunido nesta tarde no Palácio Laranjeiras, zona sul do Rio, com o governador Sérgio Cabral e com o prefeito Eduardo Paes. O objetivo do encontro era discutir a abertura do Aeroporto Santos Dumont para voos nacionais.

Jobim já defendeu publicamente essa medida, assim como a Agência Nacional de Aviação Civil (Anac), órgão subordinado ao Ministério da Defesa. Os governos estadual e municipal do Rio, no entanto, têm mantido posição contrária à abertura do Santos Dumont.

Em audiência pública realizada recentemente pela Anac para debater o tema, o secretário de Desenvolvimento do Rio, Júlio Bueno, afirmou que o governo pode entrar na Justiça para impedir a abertura do Santos Dumont, que poderia esvaziar o Galeão.

O governo fluminense é favorável à privatização do Galeão e defende que permitir voos nacionais no Santos Dumont, além da ponte aérea, e voos regionais poderia atrapalhar a realização da Copa do Mundo, em 2014, e a candidatura do Rio para sediar as Olimpíadas de 2016.

    Leia tudo sobre: jobim

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG