Jobim confirma que irá à CPI dos Grampos na quarta

O ministro da Defesa, Nelson Jobim, confirmou hoje sua participação na quarta-feira na Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) dos Grampos para falar sobre a escuta ilegal contra o presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministro Gilmar Mendes, e o senador Demóstenes Torres (DEM-TO). Nunca faltei a uma convocação de CPI, afirmou o ministro que foi ao Congresso participar da gravação de programas eleitorais de candidatos do PMDB a prefeituras.

Agência Estado |

A convocação de Jobim para prestar depoimento à CPI foi aprovada ontem. A comissão decidiu convocar o ministro depois que ele acusou a Agência Brasileira de Inteligência (Abin) de ter equipamentos que permitem a realização de interceptações telefônicas clandestinas.

A afirmação de Jobim foi feita no início da semana, durante reunião com o presidente Luiz Inácio Lula da Silva e o ministro-chefe do Gabinete de Segurança Institucional, general Jorge Félix, a quem a Abin é subordinada. Na ocasião, o ministro apresentou documentos que comprovariam a compra de equipamentos pela Abin, em conjunto com o Comando do Exército, que permitiriam escuta telefônica.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG