Jobim admite que senador Crivella patrocinou obras na Providência

BRASÍLIA - O ministro da Defesa, Nelson Jobim, criticou nesta quinta-feira a paralisação das obras pela Justiça Eleitoral no Morro da Providência, no Centro do Rio, e admitiu que o senador Marcelo Crivella (PRB/RJ) destinou emenda parlamentares para a reforma das casas. ¿Essa obra foi efetivamente patrocinada, no início, pelo senador Crivella, mas a obra tem um sentido social.¿

Agência Brasil |

Ele também ressaltou que o problema da exploração eleitoral e da candidatura de Crivella à prefeitura do Rio acarretou a paralisação das obras na Providência. Ele questionou os deputados se o que deveria ser levado em consideração nesse caso seria o processo eleitoral ou o bem-estar dos moradores.

Quero deixa bem claro que essas obras tenham sido feitas tendo por trás a participação de um parlamentar, de emendas parlamentares, inclusive isso é notoriedade no Congresso Nacional. Se nós não pudéssemos fazer obras porque elas têm origem em emendas parlamentares teríamos que suspender as obras do Calha Norte [projeto do Ministério da Defesa de infra-estrutura na região amazônica].

O ministro falou durante audiência pública sobre a morte de moradores do Morro da Providência nas Comissões de Segurança Pública e Combate ao Crime Organizado e de Relações Exteriores e Defesa Nacional.

    Leia tudo sobre: providencia

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG