BRASÍLIA - O ministro da Defesa, Nelson Jobim, afirmou, em depoimento na CPI dos Grampos da Câmara, que o afastamento da cúpula da Agência Brasileira de Inteligência (Abin) ocorreu pelos indícios da participação de integrantes do órgão na Operação Satiagraha. Isso é um crime comum. Não compete a mim julgar. É uma área que está em outro poder, e não no Executivo, afirmou.

Acordo Ortográfico

O ministro afirmou aos parlamentares que a pasta sob o seu comando já abriu inquérito para apurar se militares participaram da operação policial que culminou na prisão do banqueiro Daniel Dantas. A informação que tive foi a de que o sargento Idalberto Matias Araújo indicou Ambrósio para a Operação Satiagraha, afirmou o ministro

Jobim disse ainda, em depoimento, que foi informado pelo Exército que os equipamentos adquiridos pela Abin fazem grampos em linhas telefônicas analógicas. De acordo com ele, foram três os equipamentos adquiridos, entre eles a maleta de varredura Oscor 5000.

"O que eu afirmei ao presidente [na reunião em primeiro de setembro] é que tenho a informação que estes instrumentos, esses aparelhos viabilizam a interceptação analógica", disse Jobim, afirmando que os dados vieram "do Exército".

Jobim ainda alegou que os equipamentos que podem fazer escutas foram adquiridos somente pela Abin e que o Exército não possui nada similar. Ele destacou que, quando as Forças Armadas fazem grampos, dentro dos inquéritos da Justiça Militar, elas são interceptadas pela própria operadora de telefonia. "O que o Exército tem são equipamentos de varredura, aqueles para verificar se num determinado momento há grampo", pontuou.

Na manhã desta quarta-feira, o ministro-chefe do Gabinete de Segurança Institucional (GSI) da presidência da República, Jorge Félix, órgão superior à Abin, repetiu, na Comissão Mista de Controle das Atividades de Inteligência, que os equipamentos são feitos para a identificação de escutas e não seriam capazes de realizar grampos.

(*com informações do Congresso em Foco)

Leia também:

Leia mais sobre: CPI dos Grampos

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.