Joãosinho Trinta pode voltar à Beija-Flor em 2010

Há quatro anos sem pisar num barracão de escola de samba, por conta de problemas de saúde, Joãosinho Trinta poderá voltar à Beija-Flor, escola que o consagrou como o maior carnavalesco de todos os tempos. Ele negocia com a bicampeã do carnaval carioca um enredo sobre os 50 anos da inauguração de Brasília, em 2010.

Agência Estado |

E tem como parceiro Oscar Niemeyer, que já se comprometeu com a criação de um dos carros alegóricos do desfile.

Os dois se encontraram ontem no escritório do arquiteto, em Copacabana, para conversar sobre o projeto, embora ele não tenha sido definido ainda pela escola, conforme informou o administrador do barracão, José Antônio Gonçalves. Nunca fiz um carro alegórico. Mas gosto de ver o Sambódromo, a festa do povo. Foi uma obra formidável, disse Niemeyer, autor tanto do traçado de Brasília quanto do Sambódromo do Rio (que em 2009 completa 25 anos). Ele aceitar é uma coisa formidável. Vai ser a maior apoteose, se animou o carnavalesco.

Morando em Brasília há dois anos, onde se recupera das sequelas de dois AVCs, no Hospital Sarah Kubitschek, Joãosinho Trinta está no Rio para o lançamento, na segunda-feira, do livro O Brasil é um Luxo - Trinta Carnavais de Joãosinho Trinta, de Fábio Gomes, com design gráfico de Stella Villares. Para este ano, está prevista ainda a realização de um filme de ficção sobre sua vida e um documentário, segundo o empresário José Ricardo Marques, que trabalha com ele em Brasília. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

    Leia tudo sobre: carnaval

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG