O corpo do senador Jefferson Péres (PDT-AM) foi sepultado com honras militares e ao som do Hino Nacional, no cemitério São João Batista, na Zona Centro-Sul de Manaus. O enterro, previsto inicialmente para as 16 horas, aconteceu somente às 17 horas.

O caixão do parlamentar foi levado ao cemitério em carro aberto do Corpo de Bombeiros, num percurso de quatro quilômetros, em cortejo fúnebre que reuniu centenas de veículos. Péres sofreu um enfarte fulminante na manhã de ontem.

O corpo do senador havia sido velado por 27 horas no salão principal do Centro Cultural Palácio Rio Negro, em Manaus, antiga sede do governo do Amazonas. Antes da saída do cortejo fúnebre, o arcebispo metropolitano de Manaus, Dom Luiz Soares Vieira, conduziu a celebração de uma missa. Logo após, a urna funerária com o corpo de Péres foi lacrada pelo vice-presidente da República, José Alencar (PRB), e pelo governador do Amazonas, Eduardo Braga (PMDB). O caixão foi conduzido por cadetes até um veículo do Corpo de Bombeiros.

Após percorrer quatro ruas da capital amazonense, a urna funerária do senador foi recebida no cemitério São João Batista com uma salva de 21 tiros, disparada por um pelotão de 40 homens da Polícia Militar do Amazonas. Do alto de um helicóptero, flores brancas e rosas foram lançadas sobre a multidão que acompanhou o enterro. Durante o sepultamento, músicos da Coordenação Amazônica das Religiões de Matrizes Africanas homenagearam o parlamentar com canto de candomblé ao som de berimbau. "Que a semente deixada por este homem, cujo corpo desce ao ará, germine no solo corrompido da política brasileira, e outros nomes surjam para que a nação não seja vilipendiada pelos maus políticos oportunistas que infectam a Câmara Federal e o Senado", discursou o líder religioso Alberto Jorge, que representou minorias como negros e homossexuais, defendidas pelo senador Jefferson Péres. No momento do enterro, o quarteto de cordas da Orquestra Filarmônica do Amazonas ainda tocou a música "Ave Maria de Schubert".

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.