JBS diz que estuda contratar após dia ruim para o setor na bolsa

SÃO PAULO (Reuters) - No final de um dia ruim para o setor na Bolsa de Valores de São Paulo nesta segunda-feira, a JBS divulgou comunicado em que afirma que seus negócios seguem crescendo e que estuda a possibilidade de contratar 5 mil funcionários. Em observação aos eventos recentes no setor da carne bovina, a JBS comunica que não observou diminuição em suas margens no mercado brasileiro neste início de 2009, afirmou a empresa em documento enviado à Comissão de Valores Mobiliários (CVM).

Reuters |

"Dado a capacidade de abate instalada que hoje possui, a companhia está avaliando neste mês de março quais de suas plantas no Brasil terão sua produção ampliada com a possível contratação de até 5.000 pessoas durante o primeiro semestre de 2009", acrescenta a nota.

A JBS disse ainda que está reduzindo a taxa de antecipação do pagamento para aquisição de animais à vista de 4 por cento para até 2 por cento ao mês, "como forma de compensar parte de possíveis perdas dos produtores".

Nesta segunda-feira, o agronegócio contribui para a queda de 5,1 por cento do Ibovespa, após o Deutsche Bank reduzir a recomendação dos papéis de vários frigoríficos depois que a Independência, uma das maiores do setor, pediu proteção judicial contra falência nos EUA.

Os papéis da JBS fecharam o pregão em queda de 2,4 por cento, para 4,50 reais.

(Reportagem de Eduardo Simões)

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG