Jay-Z entra com processo após perdas milionárias

Nova York, 5 fev (EFE).- O rapper Jay-Z processou em US$ 3,7 milhões duas entidades que emprestaram dinheiro para a compra de um terreno no bairro nova-iorquino de Chelsea no qual abriria um hotel, informa hoje a imprensa local.

EFE |

Jay-Z afirma que a companhia de investimentos Highland Capital Management, da qual comprou o terreno, e a entidade financeira NexBank ficaram com US$ 3,7 milhões seus por meio do atraso proposital de trâmites administrativos.

No processo apresentado esta semana em Nova York, o rapper defende que uma de suas companhias comprou um terreno em agosto de 2007 e obteve dessas entidades um empréstimo de US$ 52 milhões para financiar sua construção.

Segundo o jornal "The New York Post", com a explosão da bolha imobiliária, o preço do terreno caiu e Jay-Z tentou devolvê-lo para a Highland para evitar a execução da hipoteca.

O rapper assegura que as duas companhias atrasaram de forma consciente e voluntária esse processo para obter juros do empréstimo concedido - US$ 20 mil diários, segundo o processo -, o que provocou inúmeras despesas que ele teve que assumir pessoalmente.

Jay-Z e sua mulher, Beyoncé, são pelo segundo ano consecutivo o casal do mundo do espetáculo e do entretenimento que mais dinheiro ganha na atualidade, com receitas conjuntos de US$ 122 milhões anuais, segundo a revista "Forbes". EFE mgl/bba

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG