Japoneses elegem Johnny Depp melhor ator pelo sétimo ano consecutivo

TÓQUIO ¿ O público cinéfilo japonês não se cansa de Johnny Depp: o astro de Piratas do Caribe foi considerado o melhor ator pelo sétimo ano consecutivo, um recorde, segundo pesquisa da revista de cinema japonesa Screen. Com isso, Johnny Depp supera o recorde anterior de seis anos consecutivos marcado por Audrey Hepburn, nos anos 1960, na pesquisa anual Golden Grand Prix feita entre os leitores da Screen e que a revista vem conduzindo desde 1952.

Reuters |

Depp, que no ano passado foi considerado pela revista People "o homem mais sexy do mundo" pela segunda vez, recebeu mais de 4.500 votos para melhor ator, mais que o dobro do número dado a Robert Pattison, o galã de "Crepúsculo", o segundo colocado. O terceiro foi Brad Pitt, de "Bastardos Inglórios".

"A popularidade de Johnny Depp não diminuiu desde o primeiro filme 'Piratas do Caribe'", disse à Reuters o editor-chefe da Screen, Akihiro Yonekazi.

"Ele tem uma base de fãs muito grande, que abrange desde uma geração mais jovem até pessoas mais velhas", disse o editor, acrescentando que Depp cativa o público com seus papéis em filmes de diversos gêneros, desde filmes para a família, como "A Fantástica Fábrica de Chocolate", até trabalhos sérios, como "Inimigos Públicos".

Este último, no qual Depp faz o papel do gângster dos anos 1930 Johnny Dillinger, foi apontado pela pesquisa como o melhor filme de 2009, superando "Harry Potter e o Enigma do Príncipe", o 2o colocado, e "Crepúsculo", no 3o lugar.

O próximo papel em que Depp será visto é o do Chapeleiro Maluco na adaptação feita pelo diretor Tim Burton de "Alice no País das Maravilhas", que estreia na sexta-feira nos EUA e outros mercados, mas só chega ao Japão em meados de abril.

Os resultados da pesquisa apareceram na edição de abril da Screen.

(Reportagem de Chris Gallagher)

    Leia tudo sobre: japãojohnny depp

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG