Jacko já estava morto quando paramédicos chegaram

Jacko já estava morto quando paramédicos chegaram Por Ricardo Bairos (26.jun) Quando os paramédicos chegaram à casa de Michael Jackson no início da tarde de quinta-feira, constataram a morte do cantor na hora, mas o médico pessoal dele não permitiu que eles tomassem a decisão e obrigou-os a levar o músico para o hospital.

Agência Estado |

Os paramédicos teriam percebido que alguém, provavelmente o cardiologista Conrad Robert Murray, estava fazendo massagens cardíacas no popstar "por algum tempo", apesar de estar claro que ele estava morto.

Havia indícios de uso de Lidocaína, uma droga usada para tratar problemas com o ritmo cardíaco. O médico fez questão que eles continuassem as massagens cardíacas nos 10 minutos de trajeto até o hospital e no setor de emergência do UCLA Medical Center, mas mais nada podia ser feito.

Segundo o website TMZ, a família de Jacko estava muito preocupada com seu uso de drogas nos últimos três anos. Uma intervenção familiar foi feita em Las Vegas com as presenças de Randy, Jackie e Rebbie, além de Janet por telefone, mas Michael teria ficado muito irritado e jurado que não fazia drogas. Além de beber muito, Jacko consumia morfina, Demerol, Oxycontin, Valium e Xanax. Brian Oxman, porta-voz da família, disse que seu uso de drogas era muito pior do que o de Anna Nicole Smith, por exemplo, que morreu dois anos atrás.

O médico pessoal do cantor vai ter muito que explicar à polícia. Murray é de Houston, no Texas, e aparentemente não tinha licença para praticar medicina na Califórnia. Seu carro, um BMW, foi rebocado da casa de Jacko pela polícia na noite de ontem, como parte de uma investigação sobre a morte do cantor. O médico não teria entrado em contato com a polícia, por enquanto. (Planet Pop)

DEBBIE ROWE VAI TER GUARDA DE CRIANÇAS

(26.jun) Debbie Rowe deve ficar com a custódia dos dois filhos mais velhos de Michael Jackson, que são dela. Prince Michael I, de 13 anos, e Paris Katherine, de 11, devem ficar com a enfermeira, porque um juiz não permitiu que ela cedesse completamente os direitos de guarda das crianças para o cantor. A decisão do juiz Stephen Lachs foi tomada em 2005. A única maneira de ela não conseguir a guarda das crianças é se uma corte determinar que ela não tem condições de cuidar delas. Rowe deve ganhar uma quantia alta do patrimônio de Jacko com pensão para os dois filhos mais velhos do músico. A mãe do mais novo, Prince Michael II, de 7 anos, não é conhecida. (Planet Pop)

    Leia tudo sobre: michael jackson

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG