Itamar Franco filia-se ao PPS

O ex-presidente Itamar Franco oficializa, amanhã, sua filiação ao PPS, em cerimônia na Assembleia Legislativa de Minas Gerais, que contará com as presenças do presidente do partido, Roberto Freire, e do governador do Estado, Aécio Neves. Embora seja um dos mais entusiasmados cabos eleitorais do governador mineiro, Aécio Neves (PSDB), Itamar Franco tem sido cogitado pelos tucanos paulistas como um bom nome para vice do governador de São Paulo, José Serra (PSDB), na disputa presidencial de 2010.

Agência Estado |

"Eu estava na arquibancada e agora estou no banco de reservas, mas evidentemente não cabe a mim decidir nada, cabe ao partido", declarou Itamar, em entrevista transmitida pela rádio CBN. Segundo ele, seu ingresso no PPS é "político" e não "eleitoreiro".

Quando questionado sobre a possibilidade de ser vice numa chapa com Serra, o ex-presidente faz questão de lembrar que defende, prioritariamente, a pré-candidatura de Aécio Neves. Como o governador mineiro, Itamar Franco não perde oportunidade para dizer que as eleições de 2010 terão de passar por Minas Gerais. A força do segundo colégio eleitoral do País é justamente o que temem aliados de Serra.

Itamar Franco, de 78 anos, estava sem partido desde que deixou o PMDB, em 2006. Não pela primeira vez, o ex-presidente sentiu-se traído pela legenda que o preteriu como candidato ao Senado. Com o apoio do presidente Lula, o PMDB de Minas lançou o ex-governador Newton Cardoso como candidato ao Senado. O episódio selou o rompimento de Itamar com o PMDB, pela terceira vez, e também o afastamento de Itamar e de Lula. O ex-presidente chegou a fazer parte do governo Lula, ocupando o cargo de embaixador em Roma durante o primeiro mandato. Hoje, no entanto, tem sido um dos críticos do governo.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG