Itália faz acordo com Google para digitalizar um milhão de livros

A Itália e o Google firmaram nesta quarta-feira em Roma um acordo para digitalizar um milhão de livros pertencentes às bibliotecas públicas de Roma e Florença, entre eles obras clássicas de Dante e Petrarca.

AFP |

"O Google financiará a digitalização de tais obras e instalará um centro na Itália para sua realização", indicou o famoso site de busca em um comunicado.

"Trata-se do primeiro acordo que assinamos com um ministério de Cultura de um país", indicou Nikesh Arora, chefe de vendas do Google, durante uma coletiva de imprensa.

"É um acordo muito importante do ponto de vista político. A Itália se coloca na vanguarda neste setor com o desejo de enriquecer consideravelmente o patrimônio cultural gratuito na Internet", assegurou o ministro italiano de Cultura, Sandro Bondi.

Entre os livros que serão digitalizados figuram as obras completas de Dante, autor de "A Divina Comédia", um dos textos mais importantes da literatura e considerado o "pai do idioma" italiano.

Os livros poderão ser consultados na página Google Books.

Também será levada para a Internet a obra do poeta humanista Petrarca, assim como as do erudito Giacomo Leopardi e do poeta e escritor Alessandro Manzoni.

O Google disponibilizará também cópias digitalizadas de todas as obras nas bibliotecas, que poderão ser consultadas também por outros sites na Internet.

Cerca de 285 mil libros já foram catalogados e traduzidos pelo Serviço Nacional de Bibliotecas (SBN), informou o Google.

Entr os documentos escolhidos figuram obras raras da biblioteca de Florença, como tratados científicos do século XVIII e textos literários do séxulo XIX.

Também poderão ser consultadas a obra de Galileu Galilei e antigos estudos de farmacologia que pertencem à biblioteca de Roma.

    Leia tudo sobre: googleitálialiteratura

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG